A fotógrafa polonesa Katarzyna Majak se questionou da falta de conhecimentos religiosos alternativos em seu país, onde 90% da população é cristã. Por isso, começou uma busca por mulheres polonesas que se identificam e praticam essas religiões na contemporaneidade.

Com a busca, a fotógrafa reuniu 29 retratos de bruxas polonesas que resultou na série WOMEN POWER, sob a forma de um livro, que além das imagens, apresenta conversas dirigidas a essas mulheres.

A atividade “bruxaria” é descrita pelo o uso do conhecimento decorrente do contato com a natureza e baseada na fé sobre o poder das práticas e dos objetos rituais.

Majak se deparou com mulheres que representam diferentes espiritualidade, como Asatru, Wicca, animismo, reconstrução celta, druidismo, e sistemas próprios de espirituais. Elas viajam pelo mundo em busca de conhecimento e aprendem com professores, líderes espirituais, índios da América do Norte e xamãs do povoado indígena. A crenças comum entre elas é a relação do homem com a natureza, cuja personificação é a Mãe Terra.

O poder dessas mulheres é representado pelos trajes e rituais adornados com itens mágicos. Mas, o empoderamento está literalmente na vida delas, e não se limitam apenas a sua espiritualidade.  

Vêm conhecer alguns do retratos das bruxas contemporâneas!

Quer conhecer mais? Acesse WOMEN POWER, onde é possível encontrar as conversas e um pouco da história dessas mulheres! 

Eae, ainda acha que as bruxas só existiram na Idade Média ou estão apenas nos contos de fadas?