O disco de Vinil, também chamado LP, foi lançado em 1948 e substituiu o disco de goma-laca. Eles eram mais leves, resistentes, reproduziam mais canções com uma maior qualidade.

Foi no ano de 1951 que o vinil foi lançado no Brasil, sendo comercializado até 1990. Em 2009, com o crescimento de vendas nos Estados Unidos e na Europa, o Brasil voltou a produzir, sendo a Belford Roxo a única empresa fornecedora. Hoje, um LP novo custa em torno de R$ 100.

Há quem diga que ele nunca morreu, apreciadores do vinil – músicos, DJs, colecionadores e artistas – continuaram um rede de trocas e inter-relações que permitiram que o vinil sobrevivesse.

Das lojas de sebo, os LPs foram migrando gradativamente para paredes de pubs, acessórios de decoração, objetos para casas e virou Símbolo Cult de uma geração nostálgica, os hipsters.

O artista norte-americano, Daniel Edlen, ficou conhecido por seus trabalhos em que pinta artistas em seus próprios vinis.  Ele emprega com precisão hiper-realista a técnica do pontilhismo e utilizando apenas tinta acrílica branca, permite que seus contornos ganham destaque ao fundo preto.

No vídeo, o autor mostra o processo de criação de uma de suas obras:

O artista é apaixonado por música, por isso, decidiu homenagear ícones musicais. Artistas como Bob Dylan, Mick Jagge, David Bowie, Amy Winehouse, Billie Holiday e Bob Marley foram representados em suas obras. Acompanhe algumas delas:

comunica-1 comunica-2 comunica-3 comunica-4 comunica-5 comunica-6 comunica-7

Conheça mais sobre o artista aqui.